Tags

, , , , , ,

Coisas da Política

Hoje às 07h00 – Atualizada hoje às 07h02

Para entender a bagunça

Jornal do BrasilPaulo Rosenbaum +A-AImprimirPublicidade

Alguém já pensou que talvez só façamos sentido porque vivemos juntos? Que é o outro que nos dá o sentido de existir? Vale dizer, será que só vivemos porque outros podem nos testemunhar? Não sei. Mas sei de um sentido comum que nos une: viver como pessoas singulares.

Essa é a beleza de uma ética e de uma mudança na consciência das pessoas. Posso estar delirando – é o mais provável – mas parece que não está mais fazendo sentido viver só para si, nem viver como os outros ou conforme os outros. Há, sim, um mistério. Talvez mais que isso, um paradoxo desafiador. Precisamos ser cada vez mais o que somos e ao mesmo tempo aprender a conviver na diversidade. A generosidade que advém da moral pregada em ensinamentos dogmáticos não pode alcançar isso: só fazemos sentido se o outro também puder fazer sentido. Admito, parece complicado. Mas perguntem-se, não seria maravilhoso?

Alguém pergunta: — Você pensa mesmo isso?

— Não, mas não me falta vontade.

O ser humano é um horizonte ambivalente, mas foram as vivências particulares de cada um, aquelas que abriram espaço às transformações radicais em nossa era. Para compreendê-las melhor, temos que recorrer à história e, mais especificamente, aos seus efeitos. Mas a reflexão aqui não é sobre revolução tecnológica, mas sim sobre nossas biografias, que são compostas por instantes, vale dizer, instantâneos.

Somos parte de uma onda, e nela nossas micro-histórias se constroem e estão conectadas ainda que à nossa revelia. Nada a ver com links eletrônicos, mas com esse fluxo muito maior que se chama história. Arrisco-me a dizer que somos uma família que perdeu a árvore genealógica. Se alguém tiver paciência, pode rastrear e verá muito além dos nossos ancestrais imediatos, talvez chegue aos primeiros habitantes da Terra.

para ler o artigo completo

http://www.jb.com.br/coisas-da-politica/noticias/2011/10/27/para-entender-a-bagunca/