Pois que testemunhem:

Os que socorreram

 Os que ficaram

 Os que enfrentaram

 Os carrascos (ainda vivos) das tocas

Os carrascos da vida normal que levam

Os vilões convictos

Os assassinos aflitos

 Os covardes

 Os omissos

Os contemporizadores

Os Estados silentes

Os berços vazios

Os ricos que escaparam

Os que explicam tudo

Os que dizem que é lenda

Os que explicam

Os revisionistas (e sua má matemática)

 Os ingênuos

 Os ímpios

 Os aliados

 Os heróis

 Os falsificadores

 Os contrabandistas

 Os ladrões

 Os pilhadores

 Os sobreviventes (no gemido da culpa)

 Os inocentes

 Os enforcadores

 Os pelotões,  

Os adormecidos

Os historiadores

Os produtores de cinema

Os documentaristas

e todos nós

pois a memória, 

não restitui vidas,

então não há de ser dita.