Deveras inadmissível

Paulo Rosenbaum

sábado 09/08/14

‘É inadmissível’, diz Dilma sobre alteração de perfis Em outros países, e, as vezes, por muito menos, eventos como a recente “lista negra” e esse de adulteração de perfil de jornalistas, geraria um pedido de investigação (não interministerial, claro), teria enorme impacto político e talvez até culminasse num processo contra mandatários. Aqui é diferente, como […]

‘É inadmissível’, diz Dilma sobre alteração de perfis

Em outros países, e, as vezes, por muito menos, eventos como a recente “lista negra” e esse de adulteração de perfil de jornalistas, geraria um pedido de investigação (não interministerial, claro), teria enorme impacto político e talvez até culminasse num processo contra mandatários. Aqui é diferente, como em outros desmandos, quem se esconde atrás do mal feito costuma se disfarçar de vítima. Só para relembrar, a culpa era dos aloprados (dossiê contra o adversário político na disputa presidencial), depois que ele foi traído (episódio do mensalão), e agora afirma-se que é inadmissível (fraude executada na partir de computadores localizados no palácio do planalto). Inadmissível, nos dizeres dos dicionários analógicos, têm um sentido abrangente: fora da lei, frauduno, frauduleiro, estrangeiro, exotismo, avulso, a mais, mano a mano (sem partido). Muito emblemático para a corrente situação política do País. Qual será o próximo passo? Fechamento dos jornais e mordaça final na livre imprensa? As chances das democracias em decadência se salvarem existem quando ainda não foram completamente caladas.  Depois? Consultem a história.

http://blogs.estadao.com.br/conto-de-noticia/inadmissivel/