Tags

, ,

Depois da última consulta de hoje usando o chá já morno veio assim: qual a distancia até o arrebatamento? Uma palavra que eu e meu amigo Leo Lama sempre trazemos.

“Arrebatar” cuja acepção etimológica vem do latim arrapitare que se forma a partir da junção do advérbio arraptare e raptare, roubar.
O significado caminha até chegarmos, via analogias à apropriação, tomada à força, fisgar, agafanhar. E no outro caminho, o etimologico, na chave “furto”, chegamos a subtrair, desencaminhar, deitar a mão e tirar o alheio.

O arrebatamento na arte e na literatura talvez seja assaltar o leitor/expectador no sentido de tomada, de invasão, do sequestro benévolo, aquele que leva e faz embarcar. Neste sentido talvez seja ate mesmo traze-lo à distração – no sentido de Ulisses que precisa resistir ao canto da sereia para se manter fiel ao método

Entendi tudo…ainda que não saiba como. A função do escritor é fazer com que o leitor se afaste do método, só assim, com a razão suspensa a história funciona como uma vida entre os dois. Autor e leitor criam, fazem nascer alguém com personalidade própria. Talvez por isso algumas páginas se escrevam sozinhas.