XupUpzrEQCa6ZtwctJbM9g

Moisés e Josué no alto da montanha observam, perplexos, um cenário confuso na planície

Ao ver o povo recém libertado adorando ídolos. conversam:

Mas o que significa tudo isso?
Balbúrdia mestre, balbúrdia
Depois de todo esforço? Depois do que Ele fez para organizar tudo? Mas o que eles querem?
Um lider, mestre, exigem um grande líder
E o que sou eu?
O Melhor dos melhores mestre!
Sem puxação, por favor
Não é isso mestre é que…
Fale logo homem
Eles querem um tipo específico de líder.

“Tipo específico”?

Sim Mestre, um populista
Perdão, significa que?
O senhor deu muitas regras, ordens, estabeleceu marcos civilizatórios

E…?

Eles não estão interessados em responsabilidades

Notei.

Preferem gente que prometa tudo.

Não pedi para vir até aqui, o que fiz foi inspirado pelo Altíssimo para fazer justiça

Pssiu fale baixo, imploro mestre.

Por que? Agora não se pode mais nem mencionar a palavra justiça?

(Varios anciões que estavam reunidos em assembléia permanente imitaram Josué pedindo silêncio a Moisés)

Então explique, o que é que está acontecendo? Levando as mãos à cabeça.

O senhor andou distante mestre aqui acima do planalto. É compreensível que esteja um pouco alienado da situação lá na planície.

Prossiga, por que não posso nem falar “aquela palavra”.

Estamos todos muito preocupados com essa palavra e o senhor hoje em dia as montanhas tem ouvidos mestre
(Aponta com os olhos para um grupo suspeito)

Corrija-me, entendi que há algum tipo de censura, entre nós. É isso? Mas onde estão aqueles que protestam contra os ataques à liver expressão?

Os progressistas, mestre?

Estes. Todos aqueles que sempre lutaram contra a tirania, a opressão, numca aceitaram ditadura venha de onde vier?

Como direi? gagueja o assistente.  É que a situação hoje é um tanto mais complexa. Eles agora parecem que nao acham a censura tão ruim assim.

Não? Oh Altíssimo, Supremo dos Exércitos.

(Intensificam-se pedidos de silêncio, agora em coro)

Moisés, por favor, menos, menos.

Vai dizer que também não posso invocar o Onipotente?

Não é isso, é aquela outra palavra.

Pois bem,se não é censura é o que então?

À boca pequena estão chamando de mordaça seletiva do contraditório.

Sei. Sofisticado. Eis um mundo mais do que maluco. E aquele pessoal mais tradicional, então são eles que agora defendem as liberdades?

Ah senhor (constrangimento na voz) Tampouco mestre, muitos querem outra ditadura.

Está bem, não esta mais aqui quem falou.

Josué apresenta um jornal antigo com trechos do “Lusíadas” de Camões.

Sim, conheço, excelente épico. Hoje é fácil falar, mas esse jornal mostrou coragem.

Josué faz uma mimica colocando a mão na boca indicando mordaça.

Entendi. Voce dizia que eles todos ali embaixo esperam progresso sem sacrifícios?

Isso. É mais ou menos isso mestre.

Então traduza por obséquio: o que afinal eles querem?

Mestre, na verdade eles não sabem o que querem.

É uma ilusão de ótica? Ou é o que estou mesmo vendo? E aquele bezerro? O que é que está fazendo ali? Por que estão se prostrando diante dele? São veganos radicais?

Pois é, na sua vacância do cargo…

“Vacância” Céus. Eu estava jejuando e pedindo por eles diretamente ao Todo Poderoso.

Eu sei mestre, mas esse pessoal tem aquela amnésia, sabe? Eles chamam de dissociativa.

Aqui não se pode nem piscar

Verdade mestre.

E para de me chamar de Mestre.

Certo Moisés.

E para de me chamar pelo nome egipcio, use o nome hebraico.

De acordo Mestre. Continuando, é que lá os líderes partiram para aumento de impostos, queriam fazer essa vaquinha

Vaquinha para fazer bezerro?

Pois é, meio engraçado, não é mesmo?

Só se for humor negro. Deixe-me recapitular então, eles estão doando, espontaneamente, para construir essa coisa grotesca com ouro.

Não é bem espontâneo senhor, tem também o fisco já cobrando impostos.

Aqueles confiscatórios?

Exato mestre, aqueles

Céus! Não aprendem nada nunca?

Eles se dizem cansados de esperar.

“E nem imaginam que serão décadas”

E por que um grupo está atacando o outro? Daqui de cima parece que ninguém se entende.

Daqui de cima? O senhor não faz ideia da situação lá de baixo. Aarão está tentando apaziguar as famílias, mas está dificil.

Mas por que lutam tanto entre si?

Hoje eles chamam de teoria “todos contra todos”

Não é muito esperto.

Não é.

(Moisés silencia e entra em meditação para consultar o Criador)

O assistente inquieto quer uma resposta ignorando o transe de Moisés:

O que podemos fazer para acalmar a situação?

Não seria má ideia gerar emprego e renda.

O tal milagre economico?

Caro, milagres é outro departamento. Aqui nós trabalhamos com o que temos. Trouxe aqui embaixo do braço uma nova constituição. Mais enxuta, menos confusa. Tudo isso eu recebi diretamente Dele. O que tem por ai, centenas de páginas de fios soltos, decretos sem sentido, leis anacrônicas e abuso de poder. Tudo isso é o resultado da má hermenêutica.

O que mais o mestre recebeu lá de cima?

Pode convocar quantas eleições gerais quiser, se as regras não estiverem claras, nada feito.

Mas mestre, abrimos as urnas há pouquíssmo tempo.

Que respeitem o resultado, parece que tem gente que não sabe interpretar o que está escrito.Tem algumas coisas sagradas lá e cá: voto é uma delas.

Estamos tentando, mas é que tem um pessoal meio ressentido, dizem que são “a resistencia”.

Tá de brincadeira, eu fui um dos que organizei a resistencia do Gueto de Varsóvia, eu inspirei pessoalmente a resiência francesa contra os nazistas. Quanta heresia. Convoque a assembléia, vamos fazer a ampla coalizão, mas só com quem quer ir adiante.

É para já Yekuziel.

Ah lembrou do meu nome. Mazal Tov.

Grato Mestre.

E, Josué?

Sim Mestre.

Não queremos velharias: vete os nostágicos dos dois lados.

Certo. Vamos montar uma chapa? Como vai se chamar?

Que tal Paz e Trabalho?

Desculpe, mas é meio batido Mestre. Achei que haveria uma fórmula mais original sabe, criativa?.

Filho, não tem mistério, slogans nunca resolveram nada e ainda não inventaram nada mais criativo do que o diálogo político.

Mas admita mestre, isso é a democracia? Não virou uma grande bagunça?

É verdade, mas não é melhor do que o tal todos contra todos?

Pode me falar, só aqui entre nós, o que o Criador cochichou para o mestre?

Assunto privado.

Mestre? Eu imploro.

Fica entre nós?

Claro mestre, sigilo absoluto, nunca vazo informação, nem para a imprensa, blogs pagos, mídias alternativas etc.

E Ele não cochichou, gritou. O que ouvi Dele foi: chega de firula, assuma, vá lá e governe.

(De chofre o céu que estava turvo se clareou e a cortina de fumaça que pairava sobre o acampamento sumiu)

Milagre Senhor, Milagre.

Não amigo esse é o grande presente do Altíssimo para a humanidade:  o divino discernimento.

Bom Pessach e Boa Páscoa

A Travessia de Moisés III – Epílogo